… os de sempre

Os dias são cinzas lá fora
O vento sopra como sempre

Aquele silêncio áspero paira
Escuto apenas que está tudo bem
Mas sempre sinto algo errado

São tempos difíceis
Com a voz presa na garganta
E as palavras cortadas

Afinal é assim
E as conversas falharam
Os tempos são outros
Mas os problemas são os mesmos

É pesado
O silêncio desatento pesa
E desatento segue sem ver o caminho

E no seco e áspero sentido da vida
Seguimos em frente
Acreditando que está tudo bem
E guardando as falhas

As conversas falharam
Vamos deixar tudo se ajeitar
Quem sabe tudo se ajeita sozinho


Siga-me em minhas redes sociais:

Instagram – lyncon_mo

Twitter- @lyncon_mo

Facebook- Electronic Maze

Encontre meu livro aqui: Brincando com Fogo

Anúncios

Hey ! Comente aqui o que achou dessa obra !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s