De volta

Estou de volta
Do lugar de onde nunca deveria ter saído

Estive distante de meu vício
Distante da caneta
Distante da poesia

Agora volto
E não serei calado
Estou de volta para ficar
Ocuparei meu lugar

O jovem lutador
O jovem escritor
O jovem estudante
Tão jovem

A poesia é parte de mim
E eu sou parte poesia
Não posso existir sem ela

Durante as noites as palavras fogem de minha mente
Está na hora de as prender
Está na hora de mostra-las

Está na minha hora
É hora de voltar
E agora estou em casa novamente


Siga-me em minhas redes sociais:

Instagram – lyncon_mo

Twitter- @lyncon_mo

Facebook- Electronic Maze

Anúncios

Um comentário sobre “De volta

Hey ! Comente aqui o que achou dessa obra !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s