Ponce de Leon

As águas escureceram
Uma fonte barrenta, lodosa e rançosa
As águas que um dia foram da vida
Se tornaram morte

As esperanças de a vida fosse eterna se perderam
Assim como as esperanças de amores sem fim

A essência das coisas foi corrompida
E o mundo quebrou, mas continua caminhando capenga
Aos poucos nos é roubada a empatia
Aos poucos nos é roubado tudo

As águas se tornaram sangue
E amaldiçoam os que tocam nelas
Em vez de vida
Morte

É o castigo que merecemos
É o retorno do que fazemos
É o fim

No final as únicas coisas eternas são as estrelas no céu
E talvez nem elas sejam
E se elas não são, por que nós seríamos ?


Siga-me em minhas redes sociais:

Instagram – lyncon_mo

Twitter- @lyncon_mo

Encontre meus livros aqui: Loja amazon ou Loja Kobo

Um comentário em “Ponce de Leon

Hey ! Comente aqui o que achou dessa obra !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.