Campo abandonado

Os velhos tambores de guerra já não tocavam
E nem gritos
Era um campo de batalha abandonado
De uma batalha que a muito já tinha acabado

As noites eram sempre escuras e sombrias
Ouvia-se dizer que ainda era possível escutar os sons da guerra
Mas esse fogo a muito apagou
Nessas noites escuras você só precisa de uma faísca

Havia um tempo para tudo
Mas para algumas coisas esse tempo já tinha passado
Os de hoje são inocentes e jovens
Os velhos já não se lembram mais

Das guerras e batalhas
Mas dizem que o vento sussurra
O urro de guerra dos ancestrais
E ainda se ouve o tilintar das espadas

O fogo devastou todos os exércitos
E no fim o próprio dragão se extinguiu
Diziam ser impossível
Mas um dia acabou

Sem vitoriosos
Sem memórias
Começando do zero
Ainda com os mesmos problemas


Esse poema é a versão completa de um antigo pocket que escrevi: o link é este aqui: Clique Aqui

Instagram – lyncon_mo

Twitter- @lyncon_mo

Encontre meus livros aqui: Loja amazon ou Loja Kobo

Um comentário em “Campo abandonado

Hey ! Comente aqui o que achou dessa obra !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.