Campo abandonado

Os velhos tambores de guerra já não tocavamE nem gritosEra um campo de batalha abandonadoDe uma batalha que a muito já tinha acabado As noites eram sempre escuras e sombriasOuvia-se dizer que ainda era possível escutar os sons da guerraMas esse fogo a muito apagouNessas noites escuras você só precisa de uma faísca Havia um … Continue lendo Campo abandonado

Aqui você vê:

O que vê aqui é meu coração:Os meus desejos e amoresOs meus medos e receios Aqui deixo meus pensamentos:Anseios e ansiedadesDesprezo e desesperos São minhas verdadesO eu que guardo em mimMostro aqui muito do que posso Mesmo que sejam visões através da neblinaOu mensagens figuradas e cifradasSão meus segredos semi serrados Histórias de verão e … Continue lendo Aqui você vê:

Rosas

Dried roses Esperava as rosasE delas recebeu apenas os espinhosPois as pétalas foram arrancadas aos gritosE jogadas ao mofo Dois corações tão abertosDois corações tão machucadosMesmo tão jovensParecem tão velhos O mar de rosas secouCom as pétalas sendo arrancadas uma a umaNum turbilhão de emoçõesEm tremores de alma São esses os terrores de que você … Continue lendo Rosas

Proibições

politica, brasil, poesia, poema, Brasilia

E neste dia se fez proibida a poesia E a filosofia condenada Dizem ser coisas perigosas Dizem ser coisas inúteis O que querem é que não pensemos O que querem é silêncio O que querem é que tenhamos medo Pois o medo é a melhor das armas O que querem é nos explorar cada vez … Continue lendo Proibições

Passado Inconveniente

A muito tempo não espero mais nada de você Afinal o que tem feito além de me deixar triste? Sempre me pondo para baixo e me machucando Estou cansado "Não quero que sinta Não quero que toque Não quero que veja " Sempre algo mais idiota, que no final só serve para você Você não … Continue lendo Passado Inconveniente

Medos

Pensar demais me faz ficar perdido Tudo parece vazio Apenas o grande deserto escuro E as estrelas no céu E as estrelas no céu Tenho medo de perder tudo Todas as pessoas, não quero perdê-las Serão apenas bordões Não quero perdê-los Não quero perdê-los Tenho medo do futuro Tão cinza e vazio Não sei se … Continue lendo Medos