Sinto muito

Espero que entendaMas não posso me desculparVocê sempre soubeNão consigo me controlar Sinto muito de uma vezSinto demais para controlarSentimental exageradoVocê me conhece Sabe quem souEu sei que é demaisMas esse é meu jeitoSensível desajeitado Risos intermináveisNoites de choroMe jogo aos seus pésDescontrolado Sinto muito, sinto demaisAs vezes não entendoMas espero que saiba, que sinto … Continue lendo Sinto muito

Rosas

Dried roses Esperava as rosasE delas recebeu apenas os espinhosPois as pétalas foram arrancadas aos gritosE jogadas ao mofo Dois corações tão abertosDois corações tão machucadosMesmo tão jovensParecem tão velhos O mar de rosas secouCom as pétalas sendo arrancadas uma a umaNum turbilhão de emoçõesEm tremores de alma São esses os terrores de que você … Continue lendo Rosas

Platônico

Não sei se sabe Mas sentia algo sobre você E passei muito tempo sentindo Acho que isso marcou muito da minha vida E nunca soube se você sabia Essa marca ficou como uma ferida aberta E aprendi a ignorar Você deveria saber, eu acho Mas ficou claro agora Porque você agora toca nessa ferida Ela … Continue lendo Platônico

Sinto Novamente

Sinto de novo esse impulsoO de escreverO de me sentar e sentir as palavras saindo Posso estar tristePosso estar felizPosso estar de qualquer jeito Essa sensação voltouEssa coisaEsse impulso Sinto de novo o mundoSinto-o de uma forma diferenteQuero vê-lo assim Sentir o coração apertar e acelerarOs pelos arrepiaremE a paixão fluirDeixar os sentimentos dominarem Escrever … Continue lendo Sinto Novamente

A crítica: Banquete para fantasmas (Morseus)

Capa do livro Banquete para Fantasmas

A história deste conto começa na casa de um gato antropomorfizado, que convive com um mundo decadente e com suas próprias decepções e planos malfadados. A história é imersa nesse mundo niilista e de forte impacto emocional (principalmente por parte do personagem principal, Zemial). A história é posta em movimento quando Zemial é confrontado com … Continue lendo A crítica: Banquete para fantasmas (Morseus)

Identidade

Campo AT, de Evangelion (imagem retirada do mangá) Quem sou eu ? O que eu busco? O que eu desejo ? Quando era mais novo sabia a resposta de cada pergunta O tempo passa E desfaz nossas certezas Quem sou eu ? Eu já não lembro Não sou mais o mesmo Parece que sou vazio, … Continue lendo Identidade